Quaresma

O essencial gera Vida

Estamos na Quaresma, tempo de preparação para a grande festa da Páscoa e este ano Jesus convida-nos a lembrar o essencial.

A Quaresma é isso mesmo, é focarmo-nos naquilo que é fundamental, deixando de parte tudo o que não nos acrescenta vida. A Quaresma é um tempo de entrega, tempo de nos abandonarmos à vontade de Deus: sermos o barro em bruto que se torna vaso e o vaso que se torna lugar que gera vida! Um espaço pronto a acolher, um espaço vazio. 

Que bonita esta ideia de começar do vazio, do nada, despojados de tudo o que não é essencial ao nosso crescimento – como Jesus quando vai para o deserto – disponíveis para acolher o que nos possa tornar melhores, abertos a receber a vida que Jesus tem para dar quando se entrega na cruz por todos nós. 

 

Queremos nesta Quaresma, focarmo-nos no essencial, olhar o exemplo de Jesus na cruz e entregarmo-nos inteiros, vazios, para que a vida nasça em nós à luz da ressurreição.

Desenhos by Tanica Sottomayor

Campanha Solidária
Nesta Quaresma, vamos apoiar a Fundação Santa Rafaela Maria que assume os projetos de cariz social que a Congregação das Escravas do Sagrado Coração de Jesus desenvolve atualmente – alguns desde 1992 – no Bairro da Quinta da Fonte da Prata.
 
Vamos juntar na portaria do CSM uma grande quantidade de alimentos, que será depois distribuído pelas famílias mais carenciadas do Bairro.
Pedimos que até ao dia 18 de março, deixem na portaria do Colégio:

Leite, arroz, massas, grão, feijão, lentilhas, azeite, óleo, atum, salsichas, bolachas, doces e compotas, cereais e papas para bebé.

SEMANA II - Luz

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Marcos

Naquele tempo, Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João e subiu só com eles para um lugar retirado num alto monte e transfigurou-Se diante deles. As suas vestes tornaram-se resplandecentes, de tal brancura que nenhum lavadeiro sobre a terra as poderia assim branquear. Apareceram-lhes Moisés e Elias, conversando com Jesus. Pedro tomou a palavra e disse a Jesus: «Mestre, como é bom estarmos aqui! Façamos três tendas: uma para Ti, outra para Moisés, outra para Elias». Não sabia o que dizia, pois estavam atemorizados. Veio então uma nuvem que os cobriu com a sua sombra e da nuvem fez-se ouvir uma voz: «Este é o meu Filho muito amado: escutai-O». De repente, olhando em redor, não viram mais ninguém, a não ser Jesus, sozinho com eles. Ao descerem do monte, Jesus ordenou-lhes que não contassem a ninguém o que tinham visto, enquanto o Filho do homem não ressuscitasse dos mortos. Eles guardaram a recomendação, mas perguntavam entre si o que seria ressuscitar dos mortos. (Evangelho Domingo II da Quaresma)

  • O caminho da Quaresma é um caminho de procura de LUZ. Nele, vivemos o contraste entre a luz e a escuridão: o caminho de Jesus vs o caminho do pecado.
  • Neste caminho, não queremos ficar parados, nem presos no pecado. Queremos subir à montanha para encontrar a Luz: Jesus chamou os discípulos para subir! Jesus chama-nos para irmos ao encontro da Luz, para sermos realmente felizes. Só assim viveremos os frutos da Luz: alegria, sabedoria, bondade, paciência, mansidão e paz.

  • Como diz o nosso Papa Francisco:não ficamos luminosos, colocando-nos sob os holofotes; antes pelo contrário, isso encadeia-nos, não nos torna luminosos. Não ficamos luminosos, quando exibimos uma imagem perfeita, (…); nem mesmo se nos sentimos fortes e bem-sucedidos. Tornamo-nos luminosos, (…) quando, tendo acolhido Jesus, aprendemos a amar como Ele. Amar como Jesus: isto torna-nos luminosos, isto leva-nos a fazer obras de amor. Não te deixes enganar, minha amiga, meu amigo! Tornar-te-ás luz no dia em que fizeres obras de amor.” (Discurso Missa de Envio JMJ, Lisboa, 06/08/2023).

Símbolo – Luz:

  • Símbolo – LUZ: vamos encontrar um canto da sala que receba Luz, para pôr o nosso vaso.

    Queremos, nesta semana de Quaresma, procurar crescer num lugar iluminado – à semelhança da Montanha do Monte Tabor. Com a procura da Luz, a nossa sala fica irradiada do Amor de Jesus!

 

Propósito
Esta semana vou estar mais atento aos outros, brincar com um amigo que esteja mais sozinho no recreio. Vamos tentar escutar mais e ajudar um amigo na superação de uma dificuldade, ser mais bondoso com os outros.

SEMANA I - Água

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Marcos

Naquele tempo, o Espírito Santo impeliu Jesus para o deserto. Jesus esteve no deserto quarenta dias e era tentado por Satanás. Vivia com os animais selvagens e os Anjos serviam-n’O. Depois de João ter sido preso, Jesus partiu para a Galileia e começou a pregar o Evangelho, dizendo: «Cumpriu-se o tempo e está próximo o reino de Deus. Arrependei-vos e acreditai no Evangelho». (Evangelho Domingo I da Quaresma)

A vida que Jesus nos dá através do Evangelho é o essencial, é o que nos vem dar motivação, é o que vem inspirar, alimentar, encher-nos de fé. É Maria que nos traz a presença de Jesus, como a água que vem saciar a planta, que vem dar-lhe força para crescer, que vem gerar vida

  • Como diz o nosso Papa Francisco: “Que a Virgem Santa, que guardou a Palavra e não se deixou tocar pelas tentações do Maligno, nos ajude no tempo da Quaresma”

Símbolo – ÁGUA: encher o frasco com água. 

Propósito
Esta semana vou esvaziar o meu coração, vou prepará-lo para o poder encher com Jesus ao longo desta quaresma. Vou à Capela e vou pedir a Jesus e a Nossa Senhora que me ajudem neste desafio.