Projeto interdisciplinar do 8º. Ano – OLHAR A CIDADE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Este projeto tem como grande objetivo fazer com que os nossos alunos possam despertar para aspetos como a importância do património arquitetónico e urbano da cidade; a morfologia urbana e a dinâmica e evolução da cidade. Para além disso, e não menos importante, pretende-se que cada um aprenda a participar de forma ativa na construção de soluções para a sustentabilidade das cidades.

Esta segunda-feira, dia 1 de março, as turmas do 8.ºano do CSM deram início ao seu projeto interdisciplinar – OLHAR A CIDADE.

Este projeto tem como grande objetivo fazer com que os nossos alunos possam despertar para aspetos como a importância do património arquitetónico e urbano da cidadea morfologia urbana e a dinâmica e evolução da cidade. Para além disso, e não menos importante, pretende-se que cada um aprenda a participar de forma ativa na construção de soluções para a sustentabilidade das cidades.

O lançamento do projeto começou logo pela manhã, na aula de tutoria, com uma dinâmica de interação a partir da visualização de vídeos realizados por cada um dos professores do oitavo ano. Cada professor relatou um “facto” ou uma história relacionada com o tema do projeto e com a sua disciplina. Os alunos ouviram e votaram se o que o professor estava a dizer era ou não verdade. Ao desvendar a verdadeira resposta todos ficaram a saber mais e perceberam que há muito para aprender.

O momento de lançamento do projeto culminou com a visualização de um vídeo sobre a nossa cidade ontem e hoje.

A vivência deste dia transportou-nos para uma Lisboa que, afinal, ainda tem tanto para descobrir e conhecer.

Todos somos chamados a intervir para alcançar uma cidade mais sustentável.

LIGA-TE, juntos construímos caminho

Em destaque

De uns para os outros, Juntos construímos caminho!

Consignação de 0,5% do IRS. NIF 504 152 971.
Não tem qualquer encargo ou perda de benefícios fiscais e a Associação 31 de Maio tem assim a possibilidade de receber esta ajuda, que todos os anos reverte na totalidade para o Fundo “Famílias Ajudam Famílias”, de apoio financeiro a famílias CSM que necessitem.

Ler noticia

Mais recentes