Mesas das Assembleias de Turma

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Mais uma vez, no passado dia 21 de outubro, os nossos alunos foram chamados às urnas para escolher, para votar nos membros que formariam as mesas das Assembleias de Turma, aqueles que seriam, por inerência, os representantes das suas turmas.

Mais uma vez, no passado dia 21 de outubro, os nossos alunos foram chamados às urnas para escolher, para votar nos membros que formariam as mesas das Assembleias de Turma, aqueles que seriam, por inerência, os representantes das suas turmas.

Nas últimas 4 semanas, levaram a cabo uma campanha eleitoral, apresentaram listas, desenvolveram propostas, debateram ideias, elaboraram de cartazes, ofereceram-se para as mesas de voto…

Todo este exercício de cidadania e de democracia ajudou-os, sem dúvida, senão agora, talvez no futuro, a perceber que a essência do direito é o dever e que, cumprindo os seus deveres como cidadãos, escolhendo os seus representantes, poderão ter o direito de ter uma voz que será ouvida. Como exemplo disso, nunca será demais lembrar que foi com a sua voz que os casacos de capuz azul da farda que hoje tanto gostam de usar são fruto de decisões tomadas em Assembleias de Turmas.

E foi com orgulho que assistimos ao culminar de todo este processo, este ano, por razões das circunstâncias, num local especial: a nossa capela. No dia 25 de outubro, a cerimónia de Tomada de Posse dos Membros das Mesas das Assembleias de Turma foi mais que um momento solene de responsabilização e tomada do poder. Foi a celebração da democracia, a celebração da cidadania e, sobretudo, a tomada de consciência de que todos temos um papel a cumprir para o bem comum, para a construção de um CSM melhor. Todos temos o dever de FAZER ACONTECER !

Em destaque

Mais recentes